O meu Mundo

Lindo e cintilante, onde a luz brilha de uma tal forma que se irradia trespassando o meu ser, vestida de branco com os pés descalços sentindo toda a essência do ser, ouve-se uma música que consola o coração e me leva aos sonhos mais inesperados,sinto todos os sentimentos nobres dignos do meu ser.

Tanto Amor...Tanta paz...Tanta beleza

Todo o meu corpo reluz, com ela me aproximo de ti, sentindo a sensação sentindo o teu respirar o pulsar do teu coração que aumenta quando me aproximo ele sente-me,sente a minha vibração, sente a minha energia, sente os meus sentimentos, ficas com o desejo do toque, queres sentir algo que até agora nunca encontraste.

Perto de ti, te abraço te envolvo, tornando me luz dentro de ti, sentes me e voas comigo com destino ao infinito.

Agora fazes parte do meu mundo

O mundo de sonhos de luz de Felicidade

 

A decisão

Tinha Tanto para dizer.....mas as palavras se foram, fiquei como um pântano, inerte só contemplando as outras formas de vida, outrora que era um oceano em que a força do vento fazia me movimentar formando ondas de grandiosa dimensão.

O vento parou de soprar....

Até hoje não entendo o porquê dessa decisão, ele que fazia mover os moinhos, os oceanos, fazia se sentir nos prados quando as flores se moviam de um lado para o outro emanando o cheiro que deliciava as nossas almas.

Tomou a decisão de não mais soprar, de não mais se fazer sentir.

Sem perguntar, sem pedir autorização, sem respeitar, sem querer saber o mal que iria causar....

Simplesmente tomou a decisão.

Tudo parou, morreu o que havia de mais belo as folhas das árvores deixaram de abanar.

Pensou num término....

Assim o fez, só porque pensou que era o melhor

Eu queria...tanto...tanto

 Tantas promessas meu pássaro selvagem....

Tu bem o sabes....sabes perfeitamento do que estou a falar...

Eu queria tanto, tanto ,tanto....

Mas tu tinhas pressa, ao ponto de pores em causa os meus sentimentos as minhas capacidades....

As nossas fantasias que tanto queriamos tornar realidade, viajei nos teus sonhos que se tornaram meus também.

O destino assim o quer, mas sempre pensei que o poderiamos mudar.

Não aceitaste a minha opinião, apenas resolveste fazer me desaparecer, é mais simples

Mais facil, menos doloroso e mais covarde.

Quem sabe um dia, possas renascer como uma felix.

Quem sabe um dia possa entender e perdoar essa tua fraqueza.

Quem sabe um dia o nosso mundo se torne cor de rosa 

Eu queria tanto,tanto,tanto....

Sabes....parece que falta um pedaço de mim, algo por preencher, algo que me completa.

Falta me o teu calor, a tua luz, por vezes sombria mas ao qual eu já aceitava, muitas vezes resmungava....só queria entender a tua forma de estar os teus sentimentos e emoções....mas tu não entendeste, a tua impaciência acabou por por um termino em algo lindo que tinha começado....

Que pena....

Eu queria tanto, tanto, tanto....

Tu serás sempre o meu pássaro selvagem, embora tenhas tomado outros rumos, segue os teus sonhos....

Eu serei sempre a tartaruga ao qual tu fizeste promessas...

Promessas...

Seguirei ao meu ritmo, lembrando sempre as nossas conversas, os nossos sonhos

Quem sabe um dia te encontrarei por aí...

Até breve meu pássaro.

Ass: Tartaruga

 

 

 

O título escolhe tu

Porque deixamos a tristeza invadir a nossa mente o nosso coração, por alguns motivos ,fatores que provocam esse sentimento. Mas isto devesse á falta de respeito e amor por nós mesmos, deixamos o nosso ego sobrepor á nossa essência, os fatores que provocam em nós essa reação são diversos , mas os que se destacam mais são dois, rejeitar a perda e rejeitar ser ignorado.

Rejeitar a perda de algo que adquirimos , que gostamos , que amamos que não podemos viver sem isso , porque nos dá a sensação de bem estar , nos dá prazer, quando temos essa perda, sentimos um vazio ficamos sem o motivo aparente de continuar a lutar.

 Rejeitar  ser ignorado é a forma mais dolorosa de se enfrentar, principalmente  por pessoas que queremos e amamos ou admiramos  por qualquer motivo.

Sentir que somos ignorados , quando temos um sentimento mais profundo por uma pessoa é arrasador , provoca em nós uma falta de amor próprio , chegamos a ter pena de nós, por passarmos a ser ignorados , não reparados e reconhecidos .

São momentos da vida pelo qual passamos , ter a capacidade de os ultrapassar e repor outros sentimentos no lugar desses, por vezes é dificil, são estes momentos que contribuem para o nosso crescimento a dor e a desilusão tem o seu lado bom.

Embora como seres humanos temos o privilégio de sentir momentos de felicidade e não de tristeza, saber perder é o segredo.

Ás vezes perguntamos , mas porque não lutamos por isto ou por aquilo, realmente devemos faze lo, mas quando isso  consome a nossa energia então é porque  foram apenas momentos , que tiveram que partir , não poderiam ser nossos , passaram com alguma finalidade o qual tiramos o melhor proveito , depois temos que deixar ir. 

Sem tristeza, sem dor 

E ama te , procura e encontra coisas, pessoas e situações que te possam fazer novamente feliz em que acordas de manhã com um objetivo  de vida

Tu podes ser a tua felicidade 

Eu posso ser a minha felicidade, não alimentando a minha mente com pensamentos, sensações desoladas.

Ama-te, mima -te, faz o que te dá pazer sem que isso possa envolver terceiros, porque esses é que nos fazem SOFRER

 

 

Mentira

A mentira talvez tenha adquirido um novo conceito,talvez a verdade dos nossos tempos.

Realidades que só puderam ser realizadas  dessa forma, por falta de coragem,mas é  a forma de muitos seres sentirem a felicidade nem que seja apenas por alguns momentos. 

Momentos esses que satisfazem o nosso ego  e muitas vezes penetram até à profundidade do nosso ser.

Mentira?? 

Não! ! Verdade porque essa é a verdade da pessoa que mente.

E isso de se dizer "mentir a nós mesmos" esqueçam, essa mentira a nós mesmos  é  a nossa realidade a mentira é viver a realidade frustrada que só a mentira deixa realizar.

Então em que ficamos? ??

Daí  a preferência da mentira mascarada e não a verdade  nua e crua, porque essa traz sofrimento, então a escolha é viver a mentira mascarada que só traz felicidade só deixa de ser felicidade quando se torna verdadeira e real 

 

 

 

Quase

Não fui capaz  de me proteger

Proteger das tuas mentiras

Proteger da ilusão que crias te

Quase parecia verdade

Quase te senti aqui comigo, bem ao meu lado

Quase que senti  o mesmo ar que respiras

Quase que senti o teu desejo e vontade

Quase que te senti no sitio que é só meu e teu e de mais niguém

Quase....que perdi a vontade de realizar os meus sonhos o meu mais intimo desejo

Mas não....

Regressei a mim, não quero mais viver nessa ilusão do quase que quase matou os meus sentimentos

Chega....

Vou sim lutar , conquistar esses quases que os tornarei uma totalidade, uma certeza

Mas não contigo...

Lutarei por mim e para mim, viverei com intensidade, com determinação 

Quase que conseguias 

E eu?

Quase acreditei

Reli as tuas Palavras

Li e reli as tuas palavras hilariantes que enchem o meu espirito de vaidade, vaidade por te ter, por poder contemplar o amor que está como uma espiga começando furar a terra.

Contigo quero cuidar dela, regar,mimar e ver crescer forte e saudável, sem medo do vento do sol e da lua.

Cuida de mim,cuidarei de ti, deixa fluir,deixa crescer, deixa voar.

Não tenhas medo voa comigo nesta viagem ao fundo do meu coração, não o deixes morrer, não tenhas receio de embarcar, da-lhe o sopro da vida ele te dará o céu. 

Não são preciso promessas, nem juramentos de amor, para quê contratos?

Vamos nos deixar ir...sentir-me em ti e tu em mim

Adoro quando dizes que me amas,quando dizes que sou tua mulher e tu meu homem, sentes o que eu sinto,sinto o que tu sentes

Mergulha nos meus sonhos, eu mergulharei nos teus mesmo não sabendo nadar,mesmo sentindo pavor à água, mas sei que ao mergulhar poderei contemplar um verdadeiro coral com uma beleza inegualavél.

Agora sem promessas vamos viver, vamos mergulhar, vamos sonhar.

Amo te meu Pássaro Selvagem, voarei contigo

 

Falsa Felicidade

Outrora a felicidade estava em meu redor pensando eu, estar em meu coração.

Falsa felicidade que crias-te em mim um sentimento pouco duradouro, mas como era bom...ansiava por esses momentos de Amor, felicidade satisfação total.

Que vergonha esta minha inocência esta minha humildade.

Me enrosco novamente em mim como uma criança debilitada à procura de um refúgio.

Envolvo me com o meu ser, abafo novamente esse amor que me contemplou por uns momentos. 

Lá fora tudo é cruel, tudo é dor.Novamente no meu mundo, contemplando a falsa felicidade, lamento com tormentos essa dor que não é minha. 

Fizeste me acreditar

Porque iludiste o meu coração, me fizeste sonhar,me fizeste acreditar nos mais nobres sentimentos.

Tudo mentira, matas-te a esperança que havia em mim.

Porquê, porquê agora?

Abri o meu ser, saí um pouco de mim por mais que me esforçe, por mais que tente algo me faz recuar.

Acreditei em ti, porque tu fizeste me acreditar em mim.

Tudo deu errado, porque só me fizeste acreditar e reforçar no que eu já acreditava. Mas foi com a tua ajuda que descobri o caminho a percorrer.

Fecho me em mim e caminharei, isso não é falta de Amor ou de sonhos é apenas uma estranha forma de viver.

Realmente nada é constante, nada está seguro mas sempre em movimento e mudanças, o que é hoje pode não ser amanhã.

Trabalhar o desapego é sem duvida a forma de se viver mais feliz sem medo das perdas, mas aceitação essa sim acalma o coração.

Não te ganho Rancor porque isso seria impossivel, porque na verdade Amo-te.

Mas as tuas palavras tão doces e tão crueis me fazem cair no abismo.

Realmente articulas bem as palavras, parece que fazes magia, és um génio.

Sabes...

Eu não escrevo tão bem, dou erros faço mal a construção das frases, é uma realidade, admito os meus erros e as minhas fraquezas o que sei é uma insignificancia comparada com os teus conhecimentos. Tens conhecimentos...lá isso tens, és inteligente...és muito, admiro te por isso.

És docil...mas também bruto, erro meu pensando que eras diferente que poderias fazer parte do meu mundo,engano meu és um ser igual a muitos que eu conheço que enchem meu coração de mágoa e o meu ser de um vazio intenso. Não tens culpa...a culpa é minha porque acreditei.

Perdoa me, eu simplesmente confiei....

 

O Pássaro Selvagem e  Tartaruga

Era uma vez....

Um pássaro selvagem, cheio de vida,com grandes experiências,conhecimentos, suas asas levaram no a viajar e conhecer o mundo, a viver e a sonhar.

Um dia conheceu uma bela tartaruga muito amedrontada, triste e desanimada porque nasceu tartaruga e não conseguia voar,tudo a assustava até o mais pequeno barulho. 

Com o seu encanto e liberdade o pássaro selvagem resolveu mudar a vida dessa pequena tartaruga. 

Mas como faria isso?

Mas decidido na mudança o pássaro todos os dias se encontrava com a sua amiga tartaruga fazendo a acreditar que ela poderia fazer o mesmo que ele...voar 

A tartaruga demorou algum tempo a aceitar tal ideia,mas tal eram os sonhos que acreditou no seu lindo e maravilhoso amigo.

Tornaram se grandes amigo, partilharam sonhos, fantasias em todos os seus encontros eram feitas essas e muitas outras partilhas, a tartaruga ficava fascinada mas também envergonhada porque o seu amigo pássaro tinha muito mais para partilhar, ela era apenas uma pequena tartaruga que vivia prisioneira dentro da sua carapaça, quisera a natureza que ela fosse assim....diferente

Mas o pássaro não desistia da ideia de fazer a tartaruga voar com ele, em busca de algo muito desejado pelos dois...em busca do desconhecido fazendo a tartaruga feliz.

Um dia tentaram voar juntos, mas a tartaruga não conseguia voar e o pássaro selvagem não conseguia viver debaixo de uma carapaça.

Vivem então no coração um do outro, com destinos diferentes.

Ainda hoje a tartaruga Ama esse pássaro selvagem que voa a grandes altitudes e por sítios longínquos. 

Esse pássaro que quase a fez voar e acreditar que ela conseguiria viver no mundo dele.

 

Saudade de ti

Já passou tanto tempo depois da tua partida, olho para o céu à espera de um sinal, vejo o sol alguns pássaros voando, nuvens que surgem fazendo desenhos, saudade de ti ,das tuas conversas do teu olhar do teu sorriso por vezes malandreco quando vias uma mulher mais que tal e me piscavas o olho como sinal de admiração e aprovação.

Quantas vezes volto ao mesmo lugar aonde nos encontravamos, sinto a tua presença,recordo esses momentos que passamos.

Não eram preciso palavras, tu sabias e conhecias tudo de mim, bastava um olhar.

Lembras te?

Nunca me esqueço do botão da camisa.....foram bons momentos , alguns muito complicados e sofridos para ti,como amiga tentei te mimar com a minha forma bruta como tu dizias, mas eu não me importava porque na finalidade era eu que estava ali para ti para acalmar o teu coração. É um pouco contraditório como é que sendo bruta acalmava o teu coração. 

Sei que viste em mim o teu refugio a tua proteção quando a tua vida estava virada do avesso, sempre tentei dar o melhor de mim.

Sempre estive presente....até ao dia que tive que me afastar, porque sabia que estava próximo o fim, tinha que ser assim para evitar que a dor fosse mais cruel...

Era terrivel quando te encontrava naquela cama, tão debilitado, tanta impotencia, sabias que ias partir para sempre tu mesmo me disseste " Vais ficar sem o teu amigo "

Realmente partiste, mas não perdi o meu amigo esse continua vivendo no meu coração

Recordo-te, sempre que posso falo contigo sei que sentes e que vibras nesta frequencia.

És e serás o meu maninho.

Sei que me tentas recompensar com algo que colocaste no meu caminho, por ter essa certeza é que vou agarrar com toda a força e nunca mais largar. 

Fico te grata por esta dádiva....a vida continua vou ser feliz 

Até breve

 

 

Igor e Luana

Luana, era a cigana encantadora, brincalhona com uma sensualidade muito própria, uma alegre tristonha, não muito dotada no seu corpo fisico, mas para ele era uma beleza infinita, inegualável.

Ele ama imenso as suas expressões agrada lhe só em olhar.

Ele adora olhar no seu olhar, imaginar o seu toque o seu encosto provoca nele um afago dormente.

Luana,uma mulher com os pés bem assentes na terra, tranquilidade e uma vida simples era o seu lema.

Luana era uma mulher diferente de todas as outras ciganas.

A sua silhueta diferenciava se, cabelos longos mas loiros da cor do mel assim como a forma doce de ver a vida e os outros era notável,vivia num mundo à parte embora tivesse que cumprir e participar nos rituais e eventos que a sua comunidade exigia.

Quando tudo terminava ,voltava para o seu cantinho de encontro a si mesma.

Raul era um belo homem forte, musculado ,cabelos negros e um olhar penetrante era o homem que lhe estava destinado, lhe oferecia uma vida segura, tranquila e com grande estabilidade era o mais rico dos ciganos, essa união seria a realização e o reforço do seu lema.

Igor um homem com grande determinação,o seu propósito é realizar todos os desejos do seu coração em busca de um grande amor, que preenche se o vazio que ainda sentia, procurou, procurou, procurou...

Numa tarde de verão, viu Luana que passeava num jardim junto ao mar, local que ela apreciava e procurava várias vezes ali encontrava muitas respostas para as suas dúvidas.

Os seus olhares se cruzaram, sorriram um para o outro e trocaram umas palavras.

Igor tinha a certeza que Luana era o amor que procurava, leu isso no seu olhar tão docil tão alegre e triste.

Luana sabia que tinha encontrado o homem que ia revolucionar a sua vida, deitando a perder o lema de vida tranquila.

Sabia que aquele homem iria leva la para altos voos

Igor tinha agora um novo proposito, queria aquela mulher e se queria ia ter.

Igor e Luana

Todos os dias Igor e Luana voltavam ao mesmo lugar, Igor era o primeiro a chegar, esperava anciosamente por Luana via o seu semblante ao longe e admirava a, adorava ver o seu andar singelo, simples mas encantador.

Quando o via sentia o pulsar do seu coração acelarado,  corria ao encontro dele que a recebia de braços abertos.

Abraçados junto ao mar, sentindo uma brisa, os seus cabelos esvoaçavam, desejavam ficar assim eternamente.

Com seus gestos ternurentos Igor acariciava os longos cabelos e o rosto de Luana.

Passaram dias a fio a trocar olhares, palavras e carinho. 

Quando não se encontravam suas vidas ficavam sem sentido.

Luana precisava de Igor

Igor precisava de Luana.

O que seria isso...

Sentiam loucura dentro deles que os deixavam sem saber o quê e o porquê. 

Mas para quê entender o melhor mesmo era sentir, algo simples e verdadeiro.

Luana fazia com que Igor a desejasse profundamente.

Luana era o tipo de pessoa solidária, bondosa, encantadora e carinhosa que Igor queria para fazer florescer o seu mundo para acariciar e acalmar o seu coração.

Luana Cheirava lhe bem.

Amavam se, sentiam que pertenciam um ao outro, mas Luana estava comprometida, com uma vida tranquila estável, segura mas também oca, Vazia, neutra sem cor.

Igor não lhe podia oferecer esse conforto mas podia colorir a sua vida, com Amor, muito desejo, proporcionando lhe a realização de todas as suas fantasias, partilhas, sentimentos e emoções...

 

Porque olhas para mim

Olhas para mim....

Sinto-me tão pequena e feia, pequena por não ter lutado por aquilo que me poderia fazer ficar maior, pequena por não ter tido força de ser quem sou, pequena por ter querido ser o que querias que eu fosse.

Olhas para mim....

Sinto-me feia, feia por não ter visto a beleza que existe em mim

Feia porque deixei minar esse jardim existente em meu coração

Olhas para mim....

Diz-me o que vês

Vês tristeza no meu olhar, por não saber enxergar

Vês a dureza no meu coração por não o saberes amar

Vês o desanimo no meu semblante por te ter deixado me usar 

Diz-me o que vês, porque me olhas...

Vês lágrimas nos meus olhos, por viver uma vida e não aprender o que deveria saber

Aqui estou eu, perguntando porquê

Aqui estou eu, sem saber qual a razão

Aqui estou eu , para continuar a caminhar

Até quando, porquê e para quê

Não olhes para mim, já não existe uma razão